Wear OS 4, o que mudou?

galaxy watch 6

Apesar de o seu percurso ao longo do tempo se poder considerar como uma mais valia e valor inegável, o Wear OS 3, tinha os seus dias contados. Por isso não foi de estranhar o Google anunciar recentemente, o há muito esperado Wear OS 4, aquando do lançamento da série Galaxy Watch 6.

O que mudou no Wear OS 4

Acima de tudo o Wear OS 4, pensou no utilizador e efetuou uma série de melhorias, a pensar numa experiência mais satisfatória no uso dos smartwatches.

No geral as melhorias são significativas e possivelmente são suficientes para levar o consumidor a efetuar a atualização de software, ou a comprar um novo equipamento, caso o mesmo já não suporte a atualização.

Imgem Google

Monitorização do Sono

A Samsung tem trabalhado muito neste aspeto e tem promovido a sua evolução na capacidade de monitorar o sono.

Com o Wear OS 4, a Samsung através do One UI Watch 5, já foi capaz de introduzir essa evolução nas métricas aprimoradas pela marca.

Dessa forma o acompanhamento das várias fases do sono, vai permitir passar ao utilizador identificar, os aspetos a melhorar para este efetuar mudanças, por forma a criar hábitos de sono com mais qualidade. Esses dados ficam disponíveis 7 dias após a primeira utilização.

Para atingir este objetivo, o Galaxy Watch 6 recolhe dados como o ritmo cardíaco, os níveis de oxigénio no sangue e as fases do sono.

Com base nestes dados, é efetuada uma análise detalhada dos seus padrões de sono e a Samsung introduziu uma avaliação da qualidade do sono, que permite de uma forma fácil avaliar o mesmo.

Zonas de Ritmo Cardíaco Personalizadas

Outra faceta que o Wear OS 4, permitiu à Samsung efetuar melhorias, foram as zonas personalizadas de ritmo cardíaco. Esta funcionalidade foi desenvolvida a pensar principalmente nos atletas, pois faculta dados em tempo real de sessões de corrida e programas de treino intervalado.

À medida que o Galaxy Watch começa a acumular dados, torna-se um guia valioso, direcionando o foco para áreas que necessitam de atenção para alcançar os objetivos.

Melhorias nas Notificações

Foram várias as melhorias efetuadas no Wear OS 4, mas sem dúvida que o aumento da área de notificação, é provavelmente uma das mais importantes. Melhoria essa que vai ser comum a todos os smartwatch que usem o Wear OS 4.

Mas esse aumento da área e o novo design, vai ter mais impacto em modelos com um ecrã de grandes dimensões. Além disso, agora ao receber uma notificação de mensagem, é exibida a foto do contato, caso o mesmo a possua.

Troca de Smartphone e cópia de segurança

Outro destaque que merece o Wear OS 4, é sem dúvida a facilidade de emparelhamento e transmissão de dados. Agora deixou de ser necessário efetuar um reset ao smartwatch como acontecia até agora.

Agora já não é necessário efetuar cópias de segurança e restauros e todas as configurações e aplicações ficam tal e qual como estavam.

E para facilitar ainda mais, a cópia de segurança é feita de forma automática e periodicamente. Depois basta aceder ao Samsung Smart Switch para a poder restaurar, caso necessário.

imagem Google

Ritmo Cardíaco em segundo plano

Sem dúvida que a melhor atualização que a Samsung fez no seu Galaxy Watch 6, foi a capacidade de efetuar uma leitura contínua do ritmo cardíaco do utilizador, em segundo plano.

Assim de forma precisa e sem ser possível ver isso no ecrã, caso ocorra uma leitura do ritmo cardíaco com valores anormais , o utilizador é alertado imediatamente. Mas deve tomar-se precauções de não confiar apenas na tecnologia do smartwatch pois a mesma não é infalível.

E você pensa adquirir um Smartwatch que suporte o Wear OS 4?

Desde sempre um apaixonado por Tecnologia e com tudo o que seja relacionado a Smartphones. O mundo cripto é uma das àreas a que dedico especial atenção e tenho no automobilismo um dos hobbys favoritos.