Aplicação WebDetetive, infetou mais de 76.000 Dispositivos Android

Nos últimos anos, mais de 76.000 telemóveis Android, foram infetados com um spyware na América do Sul, com particular incidência no Brasil, por uma aplicação chamada “WebDetetive”.

Mas o alerta também é válido para a Europa, onde também há aplicações similares, algumas delas usadas para monitorar os filhos, mas que podem ser usadas com outros fins.

O que é a “WebDetetive”

A WebDetetive é uma aplicação espiã, que permite obter dados de um smartphone, sem conhecimento do seu proprietário e envia-los para um smartphone programado pelo atacante.

É usado com pouca frequência, principalmente entre jovens casais, em que um dos elementos pretende monitorar o parceiro/a. Mas o maior risco é que o conteúdo além de enviado para a pessoa que ataca o smartphone, também é enviado para os servidores da WebDetetive.

Falha de Segurança

Um grupo de Hackers divulgou como conseguiu explorar as vulnerabilidades de segurança para atacar os servidores da WebDetetive e dessa forma obter o acesso às bases de dados que continham as informações dos utilizadores.

Estes hackers também divulgaram que conseguiram aceder aos dispositivos das vítimas e interromper a ligação ao servidor e dessa forma cancelar a transferência de novos dados.

Dados Comprometidos

Os Hackers conseguiram roubar mais de 1,5 gigabytes de informações da WebDetetive, onde se encontram, endereços de email dos clientes e informações de transações.

Os dados roubados permitiram identificar cerca de 76.000 dispositivos comprometidos pelo WebDetetive. Além disso foram identificados 74.336 endereços de email únicos de clientes.

Funcionamento e Consequências

A aplicação WebDetetive é um spyware que após ser instalado num smartphones, fica em execução continua, sem o conhecimento do seu proprietário. Depois de instalado, o spyware começa a enviar os conteúdos do smartphone para os servidores dos atacantes.

Esses conteúdos incluem mensagens, registos de chamadas, gravações de chamadas, fotos, gravações de áudio do microfone, dados de redes sociais e localização em tempo real.

Atividade ilegal

A aplicação WebDetetive é apenas uma das aplicações disponíveis para este efeito. Mas se algum dia ficar tentado/a a usar uma aplicação deste género ou se já usa, lembre-se que além de estar a aceder a informações privadas de alguém de forma ilegal, também está a partilhar essas mesmas informações com terceiros.

Estas informações podem conter dados sensíveis como fotos, mensagens, dados bancários ou moradas que podem acabar por ser usados para outros efeitos com possíveis graves graves consequências. SEJA RESPONSÁVEL!

Baseado num artigo da TechCrunch.

Desde sempre um apaixonado por Tecnologia e com tudo o que seja relacionado a Smartphones. O mundo cripto é uma das àreas a que dedico especial atenção e tenho no automobilismo um dos hobbys favoritos.