A BOE empresa chinesa, deverá produzir os ecrãs do iPhone 14.

iPhone 14

No início deste ano, a empresa chinesa BOE, recenhecida como uma empresa de referencia na sua área, pela qualidade dos seus produtos, fez um acordo com a Apple para o fornecimento dos ecrã OLED, que vão ser usados ​​na nova série iPhone 14, que deve ser lançada no habitual mês de setembro. No entanto, a BOE foi apanhada a fazer alterações na largura do circuito dos transistores dos painéis OLED que fabricava para o iPhone 13. Isso levou a Apple a interromper os pedidos. Agora, de acordo com um novo relatório, a Apple está novamente a avaliar amostras de ecrâs BOE e possivelmente pode vir a efetuar, um pedido em larga escala.

É esta a possibilidade em aberto, de acordo com um relatório do The Elec da Coréia do Sul.

A fabricante chinesa de ecrãs, espera receber a aprovação da empresa de Cupertino dentro de um mês, diz o relatório. Além disso, se a Apple decidir avançar com o pedido, a BOE deve começar a produzir em massa os painéis para o modelo padrão do iPhone 14, entre julho e agosto.

Desta forma a empresa vai juntar-se à Samsung e Lg que também vão fabricar os displays da Apple, embora estas numa fase posterior.

Pelo que tem sido divulgado, a série Apple iPhone 14, deverá ser constituida por quatro modelos, sendo eles os iPhone 14, iPhone 14 Max, iPhone 14 Pro e iPhone Pro Max. A Apple substituirá a versão mini por uma variante Plus/Max.

O iPhone 14 e 14 max padrão não trará muitas mudanças de design. No entanto, o Pro e o Pro Max apresentarão um novo recorte. Além disso, os modelos regulares apresentarão o chip A14 da geração anterior, enquanto o Pro e o Pro Max ostentarão o novo chip A15.

Será interessante ver como a Apple vai justificar o preço dos modelos regulares, já que eles são praticamente os mesmos dos modelos iPhone 13 da geração anterior.